Toda nova tecnologia é um universo de grandes oportunidades, inclusive para pessoas mal intencionadas. Por isso, reunimos aqui algumas dicas para você se proteger.

6 dicas para não cair em golpes com criptomoedas

CapExplain Apr 25, 2022

Toda nova tecnologia gera curiosidade e interesse do grande público. Com a popularização das negociações com cripto, aumentou também a especulação sobre esse tipo de investimento.

O mercado disponibiliza mais de mil moedas virtuais diferentes, sendo a Bitcoin a mais conhecida, mas também podemos citar: Ethereum, Binance coin, Cardano, Tether, Solana, XRP, Polkadot, Dogecoin e USD Coin.

Uma unidade de Bitcoin pode valer até 25 mil reais, mas é possível começar a investir com até R$ 10, já que cada uma pode ser fracionada em muitas outras, ou seja, um investimento acessível a todos.

Mesmo com a quantidade abundante de informações sobre o assunto, um novo segmento da economia gera incertezas para alguns, é natural. Aassociado a isso, o fato de que muitos criminosos se aproveitaram para aplicar golpes usando o nome do Bitcoin.

Esse é um mercado em plena expansão e o número de usuários investidores em criptoativos já ultrapassa 100 milhões em todo o mundo. Cerca de 14 milhões de pessoas entraram nesse mercado, estimulados pela vontade de investir no futuro e pela liberdade que essa economia oferece.

Com a grande quantidade de usuários, o número de pessoas mal intencionadas cresce proporcionalmente.

Para evitar que você caia em golpes e que perca investimentos em transações criminosas, reunimos 6 dicas de ouro que podem te ajudar a te proteger. Confira  abaixo!

Nesse artigo você vai ver:

  1. Atenção às ofertas mirabolantes
  2. Cuidado com pirâmides financeiras
  3. Faça download de apps confiáveis
  4. Use sempre softwares de segurança
  5. Redobre sua atenção ao phishing
  6. Pesquise a empresa para fazer suas transações com criptomoedas

1.Atenção às ofertas mirabolantes

Ofertas extraordinárias, ganhos altíssimos e pouco investimento devem acionar seu radar. Tudo que soar estranho ou fora de um contexto econômico plausível precisa de atenção. Assim como você faria no mercado financeiro tradicional, esse cuidado deve ser aplicado aos investimentos em cripto.

Procure exchanges e bancos confiáveis para negociar suas criptomoedas, pesquise bastante sobre valores das moedas que te interessam para ter um parâmetro de comparação. Não aja por impulso, visando ganhos imediatos, pois isso pode abrir uma brecha aos criminosos.

2. Cuidado com pirâmides financeiras

Os esquemas de pirâmides financeiras funcionam para que novas pessoas entrem constantemente no sistema, estimulando os lucros das primeiras.

Em um dado momento esse ciclo se quebra, pois ele não se sustenta de forma saudável e isso também se aplica a criptoativos nesse contexto.

A empresa que opera essas transações capta clientes oferecendo remuneração muito atrativa, o que faz com que as pessoas se interessem e invistam. Esse processo vai se repetindo até que o sistema quebra, deixando os investidores com perdas enormes, pois os operadores somem e quem investiu fica sem conseguir reaver seus valores.

3. Faça download de apps confiáveis

Você provavelmente tem uma lista de aplicativos que usa frequentemente, em seu smartphone, principalmente. Caso precise fazer o download de algum outro, busque desenvolvedores confiáveis e com boa reputação nas lojas online (Google Play ou Apple Store, basicamente).

Outra dica é ficar atento ao número de downloads que o app em questão tem, as avaliações dos usuários e os depoimentos, caso estejam disponíveis. Esse é um excelente parâmetro na hora da escolha.

4. Use sempre softwares de segurança

Rotinas que garantam a segurança dos seus dispositivos (smartphones e desktops) precisam estar presentes no seu dia a dia para proteger todos os seus dados, sejam eles relacionados a investimentos em cripto ou não.

Como manter a segurança dos seus dados bancários
Você sabe como é feita a segurança de dados nas transações bancárias? Conhecer os procedimentos resguarda você e suas informações sigilosas.

Quando falamos sobre movimentações com criptomoedas, esse cuidado precisa ser redobrado. Fique atento à segurança da conexão de rede que está usando (não use redes públicas como de shoppings para realizar suas operações) e mantenha atualizados os antimalwares do computador que estiver habituado a usar para movimentar suas Wallets.

5. Redobre sua atenção ao phishing

Uma das formas mais conhecidas de abrir “portas” para ciber criminosos é através do phishing: quando pessoas mal intencionadas usam emails que se parecem com os de instituições já conhecidas pelo mercado para tentar capturar os dados do usuário.

São usadas cores, identidades visuais e até mesmo os logos de empresas confiáveis na tentativa de enganar o usuário. Por isso, só responda a emails se você tiver solicitado algum tipo de suporte ou assistência técnica.  

6. Pesquise a empresa para fazer suas transações com criptomoedas

Ao começar a planejar seus investimentos com criptomoedas, comece pesquisando sobre a procedência da empresa que escolheu para isso.

Busque informações em sites especializados, em redes sociais, veja a opinião das pessoas que utilizam o serviço e se informe sobre as operações dessa instituição.

Para garantir que seus investimentos estão seguros, conheça o Capitual que permite a criação de várias Wallets, o que te ajuda a ter controle total do seu dinheiro, além de converter seus ativos sem sair do app.

Gostou dessa opção? Crie agora a sua CapConta!

Siga nossas redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter e Youtube) e saiba tudo que acontece no mercado cripto, com referência mais que confiável, é claro!

Faça parte da revolução do mercado cripto e #GoCapitual.


Capitual: o banco digital multimoedas realmente inovador
Serviços bancários completos 100% digitais e operações diversas com criptomoedas. Tenha o controle total de suas finanças com o Capitual.

O Conteúdo deste Blog está disponível para fins meramente informativos e educacionais. Os artigos postados não constituem e não devem ser encarados, em nenhuma hipótese, como qualquer aconselhamento ou recomendação de investimento, tampouco como garantia de resultados ou rentabilidades em investimentos de qualquer natureza.

Tags

Joanna Medeiros

Jornalista, produtora de conteúdo digital, MBA em Marketing e Comunicação. Acompanhando o mercado financeiro mudar através dos "olhos" da Capitual.