Tokens não fungíveis, ou NFTs, estão na moda agora. Para muitos artistas, eles se tornaram um excitante novo meio de expressão - e uma impressionante fonte de renda.

Artistas consagrados como o criador de Rick e Morty, Justin Roiland, o rapper MF DOOM e o artista digital cult Beeple, estão entre aqueles que ganharam milhões vendendo arte criptografada.

Mas o mais interesssante são os gênios que nasceram do próprio mercado de NFT. Um deles, FEWOCiOUS, angariou em seu décimo oitavo aniversário nada menos do que US $ 370.000.

O nascimento de um artista na criptografia

“Eu não sabia o que era criptografia, só sabia que poderia vender minhas gravuras e pinturas físicas. Eu tinha meu próprio site e vendi uma pintura por cerca de US $ 95. Meses depois, o cliente, reapareceu. Ele me enviou uma foto do recibo por e-mail e disse:‘ Olá! Eu sou o cara que ganhou a pintura. Percebi que você colocou um certificado de autenticidade com sua pintura, então você se preocupa com a autenticidade. Deixe-me falar sobre NFTs...”

Estabelecendo-se em NFT

O jovem artista vendeu seu primeiro NFT, denominado She Makes Me Feel Alive, por 10 ETH em 24 de setembro. Pouco tempo depois, atingiu sua maior venda: $ 25.000 pela obra Moment i Fell in Love. As vendas não pararam aí, com outras obras bem aceitas pela comunidade seguindo negociadas na casa dos cinco dígitos.

A ascenção de jovens artistas como FEWOCiOUS reforça todos os beneficios da decentralização e democratização do mundo por meio de sua digitalização. A única pergunta a se fazer, no entanto é: o mundo vai ficar mais digitalizado no futuro ou menos? Estariamos chegando ao limite ou apenas começando?