Um grande fundo de investimentos, Grayscale Investments, adquiriu mais de 150% do número de bitcoins minerados desde o terceiro halving do Bitcoin. A atitude indica que há uma forte demanda institucional pela criptomoeda, que deve crescer significativamente após a crise do coronavírus.

O fundo Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) vem aumentando seu apetite pela criptomoeda mais popular do mundo. Entre 12 e 18 de maio, eles foram responsáveis pela compra de 12.021.15320371 bitcoins representando cerca de US $ 112.336.936, de acordo com o arquivamento da Grayscale Investments na Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC).

Na semana seguinte, de 19 a 26 de maio, o trust agregou mais 6.889.32628892 bitcoins, representando $ 65.231.657. Durante o período de duas semanas, a Grayscale Investments comprou um total de 18.910.47949263 bitcoins.

Muitos analistas já previam o aumento da demanda institucional por criptomoeda depois que a economia global foi afetada pela pandemia de coronavírus, gerando também a crise econômica. Contudo, o Goldman Sachs, um dos mais tradicionais e respeitados bancos de Wall Street, não concordou com essa análise disse à seus clientes que vê a criptomoeda com uma perspectiva negativa, além de não a considerar uma "classe de ativos".

Mesmo assim, vários investidores bilionários continuam recomendando investir em Bitcoin à medida que expandem a exposição de seus portfólios à criptomoeda. Com a enorme quantidade de Bitcoin que a Grayscale está comprando, podemos perceber que Wall Street quer Bitcoins e eles não se importam com o que o Goldman Sachs tem a dizer sobre isso.