O Banco Central do Quênia vai começar a usar o bitcoin como reserva em uma tentativa de resolver os problemas econômicos do país. O governador do Banco Central do Quênia, Patrick Njoroge, declarou seu apoio ao Bitcoin após o governo da Nigéria comentar no Twitter que o Bitcoin substituirá a Naira.

A decisão para utilizar o Bitcoin como reserva teria sido tomada por conta da rapidez das transações e do fato de que não é favorável, em valor, trocar a moeda nigeriana Naira por outras moedas estrangeiras.

“Nossa decisão de mudar para o Bitcoin é tática e lógica. Nossa moeda sempre foi o saco de pancadas do Fundo Monetário Internacional (FMI), que sempre afirma que o xelim do Quênia está sobrevalorizado”, declara Patrick.

O governador do Banco Central continua dizendo que “Isso gerou muita pressão sobre o xelim do Quênia e teve um efeito negativo na economia. Estamos perdendo muito, simplesmente porque alguém no FMI acordou do lado errado da cama. O Bitcoin vai acabar com isso”.

A adoção da moeda é surpreendemente alta quando comparada até mesmo com países desenvolvidos. O Bitcoin é utilizado amplamente no Quênia nos dias de hoje, mas mesmo em 2015 já era uma moeda muito popular localmente.