O Bitcoin voltou à marca de US $ 50.000 na noite de domingo, um marco importante no preço, já que o mercado de criptomoedas continua a disparar desde sua queda.

A maior criptomoeda do mundo em capitalização de mercado ultrapassou hoje a barreira dos US $ 50.000, e desde então tem negociado perto desse valor.

A última vez que o Bitcoin viu $ 50.000 foi em maio, logo depois que Elon Musk, disse que sua empresa não aceitaria mais o Bitcoin como pagamento em suas empresas por preocupações ambientais.

A notícia de Musk, junto com uma repressão na China, fez o Bitcoin despencar nas semanas seguintes. O bitcoin chegou a perder mais da metade de seu valor, caindo para menos de US $ 30.000 em várias ocasiões nos últimos meses.

Contudo, o número de usuários continuou crescendo durante esse período e as mineradoras de criptomoedas rapidamente foram realocadas da China para países mais abertos a este tipo de operação. Mostrando a forte resiliência do ativo e capacidade para se manter firme no longo prazo.

A grande dúvida agora é se ou quando, o Bitcoin conseguirá superar sua máxima, quando estava perto de US $ 65.000 em 14 de abril.