O Banco Central brasileiro decidiu cortar a taxa Selic novamente em meio ponto percentual, de 5,0% para 4,5% – o menor nível de sua história.

Alguns gestores ainda mantém expectativa de que haja um corte adicional da taxa básica de juros em 2020, de 0,25 ponto percentual, levando os juros para o patamar de 4,25% até o fim do ano.

Como resposta natural da redução de atratividade na renda fixa, o Brasil tem presenciado um aumento substâncial nos preços de ativos de renda váriavel.Hoje (12) o Ibovespa sobiu 1,11% e renovou sua máxima de fechamento aos 112.199,74 pontos.