Os legisladores da Câmara dos Comuns do Reino Unido votaram a favor da implementação do acordo de parceria com a União Europeia após o final do período de transição do Brexit.

Foram 521 votos a favor e 73 contra a aprovação do projeto de lei da União Europeia.

O líder trabalhista Keir Starmer anunciou durante um debate no parlamento no início do dia que seu partido apoiaria o acordo, reduzindo os temores de que o projeto, que ratifica o futuro acordo de relacionamento entre o Reino Unido e a UE, não seria aprovado na Câmara dos Comuns.

O futuro acordo de parceria, que foi acordado pelo primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, e pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, em 24 de dezembro, deve entrar provisoriamente em vigor em 1 de janeiro.

O Parlamento Europeu e o Conselho da União Europeia deverão emitir o seu parecer sobre o acordo no início de 2021.

Impacto nas Moedas

A saída do Reino Unido é vista como negativa tanto para ele próprio quanto para a União Européia. Muito vem sendo questionado sobre a viabilidade do bloco no longo prazo. Embora a Libra sofra, ela tende a se manter firme, afinal dentre todas as moedas utilizadas, é a mais antiga da história. Já o euro é relativamente novo, com cerca de duas décadas de vida, depende do sucesso da relação entre todos os países que formam o bloco ecônomico, cujas fissuras começam a sobressair.