Capitual Blog: "entender no que você está investindo através de uma pesquisa aprofundada do projeto e dos elementos que o compõem é essencial [...]".

Como analisar criptomoedas e escolher uma para investir - 10 critérios essenciais.

Português Mar 15, 2022

É muito comum que o investidor iniciante no mercado de criptomoedas se veja perdido em meio a um verdadeiro oceano de altcoins disponíveis para trade. Atualmente o número de criptomoedas listadas na internet já ultrapassa 18.000, surgindo outras dezenas a cada dia em um crescimento exponencial de velocidade nunca antes vista.

O que também é muito comum é que por muitas vezes esse mesmo investidor acabe por montar uma posição baseando-se em critérios pouco prudentes, em geral sob a influência de terceiros, sem sequer verificar algumas das informações que ouviu em uma das inúmeras recomendações de compra e venda que surgem diariamente na internet.

Por isso, este artigo propõe uma orientação simples e objetiva com 10 critérios essenciais que até mesmo os leitores não técnicos devem considerar para analisar, saber distinguir, identificar potencial e escolher uma boa criptomoeda para investir.

Neste artigo você vai aprender:

  1. Faça uma análise do White Paper
  2. Faça uma avaliação do roadmap
  3. Confira se o projeto está resolvendo um problema real
  4. Examine o mercado
  5. Pesquise a equipe por trás do projeto
  6. Observe o network no qual o projeto está apoiado
  7. Verifique a comunidade
  8. Avalie a capitalização de mercado
  9. Certifique-se de que a cripto esteja listada em uma boa corretora
  10. Gerencie os riscos

Para saber se uma criptomoeda é ou não promissora, alguns princípios fundamentais precisam ser considerados. Por isso, entender no que você está investindo através de uma pesquisa aprofundada do projeto e dos elementos que o compõem é essencial, a começar pela análise do seu White Paper.

1) Faça uma análise do White Paper

O White Paper é um documento oficial elaborado pelos desenvolvedores de um projeto, no qual constam informações detalhadas de como o ativo está inserido em campo: qual sua razão de ser; quais problemas busca resolver; quais resoluções propõe; qual sua utilidade, aplicabilidade, visão, histórico ou procedência, bem como uma descrição detalhada de seu produto, arquitetura e funcionalidade.

A partir da análise do White Paper do Bitcoin, por exemplo, pudemos ter acesso ao projeto de um ”[...] Sistema de Transação de Dinheiro Ponto-a-Ponto.”, que descreve detalhadamente como funcionam os processos de transação, autenticação, mineração, emissão, validação e todas as outras etapas que compõem a arquitetura da criptomoeda.

Reprodução: Resumo do white paper original do Bitcoin, disponível em bitcoin.org/bitcoin.pdf

Entenda melhor em: Bitcoin: tudo o que você precisa saber sobre a criptomoeda da nova economia global

De fato seria mais razoável imaginar que muitas pessoas podem não ter observado o potencial do bitcoin nas linhas e nas entrelinhas deste documento - sobretudo em sua época de seu lançamento -, deixando escapar uma oportunidade única na história dos investimentos.

Por isso, em posse de informações com essas, cabe ao investidor perspicaz fazer uma leitura crítica dos dados apresentados, confrontá-los com a realidade e buscar entender se o projeto faz sentido ou não.

Pergunte-se: Que tipo de mercado o projeto vai desafiar? As inovações propostas são realmente necessárias? Que tipo de benefícios promove para o usuário? O que o torna distinto dos demais serviços existentes?

Estes são alguns dos principais elementos que nos indicarão, a princípio, como identificar uma boa criptomoeda e se ela representa, ou não, uma oportunidade de investimento potencial.

2) Faça uma avaliação do roadmap

O roadmap, ou simplesmente roteiro de um projeto, serve para nos mostrar onde ele quer chegar, suas metas e objetivos de longo prazo, bem como quais dessas metas foram alcançadas, orientando suas ações e aspirações para o futuro com base em seus feitos já realizados.

Reprodução: Roadmap Axie Infinity (Imagem: whitepaper.axieinfinity.com/roadmap#roadmap).

A noção inicial, escrita e detalhada do que se pretende desenvolver, deve contemplar um plano estratégico que defina as metas ou resultados desejados, incluindo as principais etapas ou marcos necessários para alcançá-lo.

Como tal, vai ajudá-lo a decidir se objetivos realistas e com bom potencial de crescimento foram delineados, assim como se o que foi planejado encontra aplicabilidade nos ambientes em que pretende estar inserido.

3) Confira se o projeto está resolvendo um problema real

Verificar esse aspecto é outro fator-chave que você não deve desconsiderar ao montar uma posição e se expor a um ativo. O objetivo do investidor deve ser encontrar projetos com uma proposta de valor clara e uma nova abordagem para resolver problemas do mundo real.

Quando vimos a rede Ethereum surgir, por exemplo, as soluções criadas a partir dos mecanismos de finanças descentralizadas (Defi) aparecem como uma solução aos problemas envolvendo produtos e serviços do sistema financeiro tradicional.

“Lá vem o Ethereum, uma tecnologia da informação sonhada por um prodígio de 19 anos que poderia um dia transformar o direito, as finanças e a sociedade civil”. Matéria de 2015 (ano de lançamento da Ethereum), da Reason Magazine.

Os contratos inteligentes provaram-se como instrumentos inovadores para as mais diversas aplicações descentralizadas (dApps), que descartam a necessidade de um agente intermediário na validação de acordos financeiros, executados automaticamente quando as condições pré-delimitadas são atendidas.

Entenda melhor em: O que é DeFi? O guia completo para finanças descentralizadas.

Isso representou apenas o início da construção de um grande ecossistema desenvolvido a partir de soluções disruptivas, hoje representado por um mercado de mais de 240 bilhões de dólares.

Nesse sentido, use o bom senso e sua própria visão da realidade para determinar se o que o projeto está oferecendo é possível e se é realmente necessário em relação ao seu potencial para resolver problemas reais.

Via de regra, as criptomoedas, protocolos ou projetos de blockchain que resolvem de forma única um grande problema, apresentam os principais atributos que determinam a sua relevância no mercado, gerando mais demanda e elevando o seu valor potencial de negociação.

4) Examine o mercado

Basicamente, na análise de mercado precisamos estar atentos ao potencial de impacto do ativo no ecossistema cripto. Ou seja, avalie como esse ativo está conectado e qual valor ele gera para determinado protocolo, blockchain ou seguimento do mercado de criptoativos.

Os investidores institucionais conseguem utilizar aquele projeto de alguma forma a serem favorecidos? Questione-se, portanto, se é possível criar novos modelos de negócio, novas oportunidades ou possibilidades de soluções mais eficientes a partir desse projeto.

Um ótimo exemplo é a Chainlink (LINK): um protocolo que, basicamente, cumpre a função de “oráculo”, fornecendo dados do mundo externo (off-chain) às blockchains (on-chain).

"O que é Chainlink?"

A importância da rede de interação proposta pela Chainlink para os demais protocolos, sobretudo os do ecossistema DeFi, fez com que o seu valor alcançasse grandes patamares, somando quase 6 bilhões de dólares em capitalização de mercado.

Da mesma forma, prover liquidez, segurança ou aumento na base de usuários a partir da criação de um caso de uso específico, por exemplo, são alguns dos valores que um protocolo bem inserido pode gerar para o conjunto de demais projetos que se interligam e se beneficiam entre si.

5) Pesquise a equipe por trás do projeto

Ao optar por entrar em um projeto como investidor, consequentemente você passa a fazer parte de uma sociedade. Nesse sentido, saber com quem você está fazendo negócios é fundamental. Afinal, você não vai querer ser sócio de pessoas sobre as quais você não sabe nada, não é mesmo?

Por isso, pergunte-se: Algum dos envolvidos já trabalhou em projetos confiáveis ​​no passado? Eles são membros respeitáveis ​​do ecossistema blockchain? Quais são suas qualificações?

A Polkadot (DOT), por exemplo, conta com uma equipe muito respeitada entre os desenvolvedores de todo o mundo. Dr. Gavin Wood, um dos fundadores, é reconhecido em razão de sua influência na indústria como cofundador do Ethereum, fundador da Parity Technologies e o criador da linguagem de codificação Solidity para contratos inteligentes.

Fundadores da Polkadot: Robert Habermeier, Gavin Wood e Peter Czaban, respectivamente. (Imagem: polkadot.network)

O objetivo desta avaliação é ter certeza de que você está investindo em um ativo apoiado por desenvolvedores que realmente sabem o que estão fazendo.

Além disso, é também uma oportunidade para se certificar de que essas pessoas realmente existem e evitar que você invista em qualquer esquema fraudulento que tem como única finalidade obter vantagens financeiras - já que, nesse caso, as vantagens serão obtidas com o seu dinheiro.

6) Observe o network no qual o projeto está apoiado

Estabelecer bons relacionamentos, parcerias comerciais com nomes importantes e unir forças na construção de um projeto são pontos a serem observados em sua análise sobre uma criptomoeda.

A criptomoeda do metaverso Sandbox (SAND), por exemplo, já firmou parceria com empresas como a Ubisoft e Skybound Entertainment - grandes empresas do setor de videogames -, por exemplo.

No início deste ano, após anunciar o lançamento da coleção “The Doggies”, em uma parceria com o rapper norte-americano Snoop Dogg e sua gravadora, a Warner Music, o valor da Sandbox subiu quase 40%.

Esse é um bom exemplo de que um bom network faz bastante sentido para um bom empreendimento, não somente no universo cripto, mas no mundo corporativo como um todo.

Por isso, tão importante quanto saber a equipe responsável, é saber quem está agregando valor ao projeto e como isso tem sido feito.

7) Verifique a comunidade

Sem o impulso certo, nenhum projeto pode ter sucesso e, no mundo dos ativos digitais, muito desse impulso vem da comunidade que se reúne em torno de um projeto, objetivo ou serviço específico.

Mesmo as empresas de blockchain precisam de uma comunidade dedicada, e será do seu interesse como investidor avaliar o que se segue antes de fazer o seu aporte.

A Internet tornou isso muito fácil e essas comunidades costumam ser bastante públicas. Os investidores geralmente podem encontrar todas as informações de que precisam aqui, visitando lugares como Reddit, Medium, Twitter, Discord, Telegram, Facebook ou BitcoinTalk, por exemplo.

Reprodução: Twitter oficial da Cardano, “Cardano Community” (em: https://twitter.com/Cardano)

Quase todos os grandes projetos estarão presentes em vários desses sites, onde você poderá julgar rapidamente o alcance da comunidade.

Pergunte-se: O público deles está envolvido com o projeto? Como as pessoas se sentem sobre isso? A comunidade tem exercido influência na percepção geral do público?

Obviamente, por outro lado, é relativamente simples conseguir criar uma imagem distorcida da realidade em redes sociais, seja com a compra de seguidores falsos ou com incentivos para avaliações positivas.

Então, fique esperto e certifique-se de que as informações são reais.

8) Avalie a capitalização de mercado

A capitalização de um projeto é um indicador que mede e controla o seu valor de mercado, seu domínio e popularidade entre os investidores. Ele é determinado pelo preço atual de uma moeda multiplicado pela oferta circulante.

A análise do Market Cap permite saber se uma criptomoeda tem liquidez. Basicamente, esse elemento corresponde à facilidade e velocidade com as quais um ativo pode ser convertido em dinheiro novamente, sem perder valor.

Portanto, pergunte-se: Qual o valor total em circulação? Quanto dinheiro foi investido nele? Como a sua capitalização reflete o valor que o mercado enxerga nele?

Dados de 14/03/2022, Terra (LUNA). Reprodução: coingecko.com/pt/moedas/terra-luna

A partir desses dados podemos observar também indicações, por exemplo, de sua volatilidade, risco e potencial de crescimento. Por isso, alguns investidores geralmente a utilizam para avaliar rapidamente o perfil de investimento de uma cripto.

Isso porque, teoricamente, as criptomoedas de grande capitalização são consideradas investimentos menos arriscados, visto que essas moedas provavelmente são menos voláteis do que outras com menor capitalização.

Porém, mesmo que o Market Cap de uma criptomoeda seja considerado alto, é interessante que a observação desses dados seja feita em paralelo a alguns outros, como o volume de negociações, por exemplo.

Em uma situação na qual o volume de negociações é muito maior do que a capitalização de mercado, o sinal é de que estão ocorrendo muitas especulações sobre o ativo.

Ou seja, de fato existem muitas pessoas comprando, assim como existem muitas outras vendendo.

Nesse caso, a análise conjunta dos dados nos indica que não necessariamente as pessoas resolveram acreditar naquele ativo como um bom investimento a longo prazo, mas sim como uma oportunidade de lucrar com a variação a curto prazo de seus preços.

Portanto, procure fazer uma interpretação dos dados disponíveis em seus aspectos correlacionais, e não somente isolados.

Vamos deixar aqui o link de alguns sites referências no levantamento de dados, atividades comerciais, métricas, estatísticas e informações técnicas que podem ser muito úteis em sua pesquisa.

CoinMarketCap

Coingecko

Token Terminal

The Block

9) Certifique-se de que a cripto esteja listada em uma boa corretora

É natural que haja uma certa desconfiança voltada à maneira como as movimentações de dinheiro são feitas no mercado de criptoativos. A depender dos meios pelos quais essas ações são feitas, ataques hackers, contas invadidas e saqueadas ainda são riscos eminentes.

Por isso, um fator determinante em seu call de compra é que a criptomoeda em questão esteja listada em uma exchange confiável. Em geral, grandes corretoras, com transparência e tempo de mercado, apresentam um portfólio de ativos com projetos sólidos, cujos fundamentos já foram validados pelo filtro da própria exchange.

A Binance talvez seja o melhor exemplo disso. Por ser reconhecidamente a maior e mais completa corretora de criptomoedas do mundo, é natural que ela ofereça ativos com propostas claras, além de uma plataforma com maior segurança para seus usuários.

Reprodução: Binance logotipo. (Imagem: binance.com)


O princípio será o mesmo caso opte por negociar as suas criptomoedas em uma corretora descentralizada. A grande líder das DEXs é a Uniswap (UNI), responsável por mais da metade das negociações no mercado.

Reprodução: Uniswap Protocol logotipo. (Imagem: uniswap.org)


10) Gerencie os riscos

Investir é tanto uma arte quanto uma ciência, e mesmo os investidores profissionais não estão imunes às surpresas do mercado.

Os preços de uma criptomoeda podem sofrer quedas drásticas em segundos por nada mais do que um boato que acaba se revelando infundado, uma declaração pública dada por alguém com influência ou em razão de uma decisão regulatória governamental.

Ao mesmo passo, essa mesma oscilação de preços pode acontecer no sentido oposto, com valorizações astronômicas em comparação às vistas nos mercados tradicionais, por exemplo.

Gráfico de 1 ano BTC/USD mostra a oscilação de preço do bitcoin. (imagem: coinmarketcap)

Geralmente, os investimentos com um alto nível de volatilidade e, portanto, de risco, demonstram um potencial de lucro e, simultaneamente, de perda, muito grande.

Isso pode ser ótimo para investidores experientes que enxergam a oportunidade de executar negociações rápidas, com investimentos de curto prazo e alto risco.

Para novos investidores, no entanto, isso é um campo minado.

Nesse sentido, esteja certo de que reservou uma quantia do seu suado BRL que não lhe fará falta. Isto é, estabeleça um limite de perda baseado em suas despesas e, sobretudo, saiba a hora de parar.

É importante ter estratégias que protejam o seu capital. Afinal, embora as análises dos pontos que elencamos neste artigo sejam uma boa referência em sua tomada de decisão, ainda assim não é possível prever se você irá multiplicá-lo ou simplesmente perdê-lo.

Por isso, seja prudente.

Faça a sua própria pesquisa

Esta lista está longe de ser extensa, mas é um ótimo começo para colocá-lo na direção certa em meio aos labirintos do mercado de criptomoedas. Quanto mais aprofundada for a sua pesquisa, melhor situado você estará para tomar as suas decisões independentemente.

Assim como outros aspectos fundamentais podem ser importantes, os critérios de análise abordados no texto são mais efcientes quando relacionados ao estudo de outras formas importantes de observação, como a Análise Técnica (TA).

Aprender a enxergar os indicadores de um gráfico a partir da TA vai te ajudar a tentar acertar o time na hora de investir nos ativos que você selecionou em sua pesquisa.

Aprender como avaliar os diversos aspectos de um projeto é o primeiro passo para sua segurança financeira, não só no universo das criptomoedas, mas em qualquer tipo de investimento.


Capitual: o banco digital multimoedas realmente inovador
Serviços bancários completos 100% digitais e operações diversas com criptomoedas. Tenha o controle total de suas finanças com o Capitual.

O Conteúdo deste Blog está disponível para fins meramente informativos e educacionais. Os artigos postados não constituem e não devem ser encarados, em nenhuma hipótese, como qualquer aconselhamento ou recomendação de investimento, tampouco como garantia de resultados ou rentabilidades em investimentos de qualquer natureza.

Tags

Ailton Filho

Professor, content producer, executive MBA in marketing, technologies and digital business. Politics, philosophy and finances • Living the cryptoeconomic revolution.