Como o gerenciamento de senhas protege suas transações com cripto?

CapExplain May 4, 2022

A tecnologia já é parte do cotidiano das pessoas. Através de um celular ou de um computador é possível, literalmente, gerenciar toda sua vida em diversos aspectos, financeiros, educacionais, sociais, alimentares e muito mais. O mesmo acontece com os seus investimentos em cripto.

Para realizar todas essas ações, você precisa de senhas de acesso em quase todos os serviços via web. Mas como gerenciar todas essas informações sem perdê-las?

Para evitar que essas informações vazem, as empresas definem políticas para a criação e gerenciamento de senhas. Para que os usuários tenham facilidade de administrar essas muitas senhas, existem aplicativos de gerenciamento e armazenamento que oferecem praticidade e segurança para o usuário.

Muitas pessoas têm dificuldade de memorizar essas combinações e criam códigos mais simples, o que pode facilitar a atuação de hackers.

Outra ação que coloca em risco a segurança dos seus dados online é usar a mesma senha para sites diversos.

Usuários que têm esse hábito colocam todas as suas informações em risco, caso um invasor descubra os acessos de um e-mail, por exemplo.

Para se ter uma ideia, os ataques cibernéticos contra empresas brasileiras cresceram 220% em 2021. O sequestro de dados é feito através de ransomware, em que hackers exigem um resgate para devolver o controle de sistemas invadidos.

O fato é que não somente as empresas estão expostas a esse tipo de crime, usuários individuais precisam de dispositivos que aumentem a segurança dos seus dados.

Nesse contexto, os gerenciadores de senha são muito úteis, já que muitos deles oferecem ainda a possibilidade de sugestões de senhas fortes que ficam salvas para uso de acordo com a necessidade do usuário.

Criar hábitos que resguardem as informações de acesso aos seus aplicativos implica diretamente na segurança dos seus investimentos com criptomoedas, levando em conta que a base dessas movimentações é online e suas contas, normalmente, são usadas através de um mesmo dispositivo.

Nesse texto, queremos te mostrar a importância do uso desse recurso para a segurança do seus investimentos. Boa leitura!


Nesse artigo você vai encontrar:
1. O que é um gerenciador de senhas?
2. Como funciona um gerenciador de senhas?
3. Tipos de gerenciadores de senhas
4. Vantagens e desvantagens dos gerenciadores de senhas
5. Como escolher um gerenciador de senhas?
6. Definir uma senha forte é fundamental
7. Investimento em segurança é no Capitual

O que é um gerenciador de senhas?

De forma geral, o gerenciador de senhas é um aplicativo que armazena todos os seus dados de login em uma espécie de “cofre” protegido por criptografia.

Esse repositório de senhas, além de ser atualizável sempre que necessário, ainda pode gerar novas combinações mais fortes, para diversos tipos de sites, facilitando esse processo de combinação de números, letras e caracteres especiais que vão permitir que você entre nos seus aplicativos do dia a dia.

A única senha que você vai precisar lembrar é a senha de acesso ao gerenciador, chamada de “senha mestra”.

Como funciona um gerenciador de senhas?

Apesar de a segurança dos nossos dados online estar diretamente ligada às senhas que usamos no diariamente, pensamos pouco nesse assunto, não é verdade? Quantas pessoas você conhece que sempre tentam definir “123456” como senha de alguma aplicação? Aliás, essa ainda é uma das mais usadas no mundo, erroneamente.

A preferência por combinações que sejam mais simples para facilitar a lembrança pode se explicar pelos muitos aplicativos que usamos, sem contar que, a cada nova conta, é exigida uma nova senha. Isso pode ser desgastante, entendo e concordo, porém é altamente necessário.

Um usuário comum tende a pensar que usar uma mesma senha simples para vários sites não tem problema algum, mas, infelizmente, tem sim.

Pense, se um hacker consegue descobrir uma das suas combinações, quantos dos seus aplicativos estão em perigo? Afinal, se você usa a mesma senha para tudo, até mesmo seus investimentos em cripto estão expostos.

Inclusive, ao falarmos sobre investimentos em criptomoedas, por exemplo, é importante pensar que toda a estrutura das negociações são feitas de forma a garantir a segurança das suas movimentações: blockchain, criptografia e etc., mas manter a segurança dos seus dados sigilosos depende 50% das suas ações na rede.

As transações com criptomoedas são feitas, basicamente, de forma online. Por esse motivo, adotar rotinas de geração e armazenamento de senhas é parte importante do processo

Tipos de gerenciadores de senhas

Muitos dos aplicativos de gerenciamento de senhas disponíveis no mercado hoje usam a nuvem para salvar os dados de login dos usuários e são acessados pelo navegador.

O primeiro passo, independentemente do gerenciador que você escolher, será cadastrar uma senha forte para, literalmente, proteger todas as outras. Uma espécie de "chave-mestra".

Nesse momento, é necessário muito cuidado, pois essa será a senha mais importante de todos os seus aplicativos de serviço. Normalmente, esse procedimento de criação é feito igualmente ao de criação de qualquer outra conta.

Depois disso, você adiciona login e senha de todas as contas que deseja administrar pelo gerenciador, registrando as que já usa ou as geradas através do próprio aplicativo, que oferece esse recurso de forma automatizada, permitindo criar senhas aleatórias e dentro dos padrões de segurança estabelecidos.

Quando você entrar no site desejado, caso os dados de acesso estejam salvos no gerenciador, eles serão preenchidos automaticamente.

Se você não tiver confiança em aplicativos hospedados em nuvem, é possível utilizar um gerenciador local que armazene essas informações no dispositivo que você usa, seja celular ou desktop.

Vantagens e desvantagens dos gerenciadores de senhas

O uso de aplicativos em nuvem tem como benefício o acesso das suas senhas de qualquer lugar, pois a maioria deles oferece versões para smartphones.

Sendo assim, se você usa os aplicativos em vários dispositivos (o que geralmente fazemos), os gerenciadores em nuvem sincronizam essas senhas em todos os dispositivos.

Alguns contam com versões para desktop com plug-ins que podem ser instalados no navegador desktop.

Mesmo que bastante práticos, é importante lembrar que todas as suas senhas de acesso estão em um mesmo local e isso pode ser um problema.

Sendo assim, você deve estar atento ao escolher o gerenciador de senhas que vai usar, pesquisar sobre a segurança que ele oferece, ler resenhas sobre o funcionamento do sistema e se já sofreu com ataques cibernéticos.

Busque informações, leia blogs de segurança de dados e procure testes que tenham sido realizados ​​para verificar se o gerenciador de senhas já apresentou alguma alguma vulnerabilidade.

Como escolher um gerenciador de senhas?

Sendo online ou não, os aplicativos para gerenciamento de senhas são muito mais confiáveis que a sua memória.

Na hora de escolher um, você precisa pensar primeiro nas suas necessidades, em como você administra suas senhas hoje e como melhorar a segurança dos seus dados.

Para começar, você pode responder às perguntas abaixo e definir um padrão que o gerenciador de senhas precisa seguir para atender suas rotinas:

  • Como é o armazenamento de dados oferecido por esse serviço em especial?
  • Como recupero meus dados em caso de emergência?
  • Quais são os dispositivos de segurança envolvidos no processo?
  • Como eu recebo suporte da empresa desenvolvedora, caso eu precise?

Seja criterioso ao escolher um gerenciador para evitar perda de senhas ou até mesmo mesmo vazamento dessas informações.

Caso você queira aumentar ainda mais a complexidade do procedimento, muitos desses aplicativos permitem adicionar autenticação de dois fatores para acesso às suas contas ou ao próprio gerenciador.

Nos investimentos com criptomoedas, que são feitos pela internet, em sua maioria, estabelecer rotinas rigorosas para a segurança das suas senhas de acesso é imprescindível para não ficar à mercê de cibercriminosos.

Criptomoedas: tudo o que você precisa saber para começar a investir.
preparamos um guia completo detalhado com os principais conceitos relacionados às criptomoedas, seus diferentes tipos, usos e fundamentos, bem como o funcionamento da tecnologia que implica sua natureza absolutamente disruptiva.

Definir uma senha forte é fundamental

Para garantir que seus dados serão protegidos dentro do gerenciador de senhas, sua senha principal deve ser complexa o suficiente para se tornar “à prova de hackers”.

Veja como criar uma combinação com alta complexidade:

- Escolher letras maiúsculas, minúsculas, números e caracteres especiais. Ex.: [email protected]_?;

- Atender a quantidade mínima de caracteres, normalmente, entre 10 e 14;

- Não pode ser simples demais. Ex.: abdcefg, 123456, senha, senha01 e entre outras;

- Cada site, uma senha;

- Não pode estar relacionada aos dados pessoais do usuário. Ex.: datas comemorativas, endereços e etc.;

- Nomes, apelidos ou sobrenome só no login. Senha precisa ser pensada;

- Não deve ter referências públicas. Ex.: músicas, filmes, políticos, livros, artistas e etc.;

- Não usar nomes de times de qualquer esporte ou marcas de carros;

- Não ser uma palavra que esteja no dicionário, independente do idioma.

Ainda que a senha apresente alto nível de complexidade, o ideal é que seja trocada semestralmente. Veja abaixo o processo de segurança que o Capitual oferece para seus usuários.

Investimento em segurança é no Capitual

Para fazer seus investimentos com total segurança, ao criar sua CapConta, por exemplo, você precisa seguir algumas etapas de verificação que validam e protegem seus dados.

1- Baixe o aplicativo da Capitual, disponível para Android e iOS. Após o download, clique em “Criar minha Conta”.

2- Insira e confirme seus dados pessoais (endereço de e-mail, número de celular e senha).

3- Clique no banner para criar sua CapConta.

Envio de informações pessoais

Para prosseguir com as etapas de verificação de identificação, é necessário concluir um passo a passo:

  1. Envio de dados pessoais (preenchimento de um formulário bem rápido com suas informações);
  2. Foto de um documento de identificação;
  3. Comprovante de residência;
  4. Uma selfie.

Crie seu PIN

Depois do cadastro inicial, é criado um número de PIN, uma parte muito importante desse processo, pois é uma combinação intransferível usada nas movimentações dentro da CapConta.

O próprio aplicativo oferece as orientações para criar essa senha de quatro dígitos que usa os mesmos padrões de complexidade que vimos anteriormente, só que de forma automatizada.

Verificação de conta

O passo seguinte, é o processo de verificação de conta que libera o acesso completo às funcionalidades da CapConta.

Habilitar a verificação de duas etapas (2FA)

A adição de uma fase extra de segurança é altamente recomendada e, com isso, você não precisará esperar códigos enviados via SMS ou e-mail.

Ao invés disso, seu smartphone gerar esses códigos de forma offline. Para isso, clique em “Habilite a autenticação em dois fatores” na barra de verificação de sua conta e sincronize sua conta do Capitual com seu dispositivo desejado.Siga nossas redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter, Youtube e LinkedIn) e conheça todas as vantagens que o Capitual oferece para você, claro, com total segurança dos seus dados.


Capitual: o banco digital multimoedas realmente inovador
Serviços bancários completos 100% digitais e operações diversas com criptomoedas. Tenha o controle total de suas finanças com o Capitual.

O Conteúdo deste Blog está disponível para fins meramente informativos e educacionais. Os artigos postados não constituem e não devem ser encarados, em nenhuma hipótese, como qualquer aconselhamento ou recomendação de investimento, tampouco como garantia de resultados ou rentabilidades em investimentos de qualquer natureza.

Tags

Joanna Medeiros

Jornalista, produtora de conteúdo digital, MBA em Marketing e Comunicação. Acompanhando o mercado financeiro mudar através dos "olhos" da Capitual.