Photo by ConvertKit / Unsplash

El Salvador propõe oferecer cidadania a investidores estrangeiros

Português Feb 25, 2022

O presidente de El Salvador Nayib Bukele anunciou via Twitter ter enviado um pacote de 52 reformas legais ao Congresso, incluindo uma proposta de concessão de cidadania em troca de investimento.

A medida mostra que a estratégia de adoção da criptomoeda tem dado certo, o que tem feito o governo do país dobrar a aposta na tecnologia.

Recentemente, o Comitê de Relações Exteriores do Senado dos EUA convocou o Departamento de Estado para investigar o status legal do bitcoin em El Salvador, com senadores afirmando que a adoção do bitcoin “abre a porta para cartéis de lavagem de dinheiro e prejudica os interesses dos EUA”. Em uma resposta otimista, Nayib Bukele afirmou que: “Você não tem jurisdição sobre uma nação soberana e independente”.

Em setembro passado, El Salvador se tornou o primeiro país do mundo a adotar o bitcoin como moeda legal, além do dólar, em um movimento criticado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

Pouco depois, o presidente anunciou a construção da “Bitcoin City”, isenta de imposto de renda e propriedade. Agora o governo caminha em direção à cidadania por investimentos.

El Salvador detém pelo menos 1.801 bitcoins, com um valor atual de cerca de US$ 72 milhões.

Tags

Morel Hernandes

Writer passionate about politics, economics, blockchain and crypto-currencies.