O presidente de El Salvador um defensor ferrenho do Bitcoin, afirmou em uma reunião de cúpula de investimento em Bitcoin no sábado que seu país planeja construir a primeira “Cidade Bitcoin”.

A cidade estará localizada no departamento oriental de La Unión, entre os municípios de La Unión e Conchagua.

Os custos iniciais para o desenvolvimento da chamada “Cidade Bitcoin” serão financiados no início pela emissão de títulos de bilhões de dólares lastreados em Bitcoin em 2022.

Segundo o presidente, a cidade de Bitcoin dependerá da energia geotérmica de vulcões próximos e será isenta de impostos, exceto para o imposto de valor agregado (IVA).

“Invista aqui e ganhe todo o dinheiro que quiser. Esta é uma cidade totalmente ecológica que funciona e é energizada por um vulcão.” afirmou o presidente.

Metade do dinheiro arrecadado por meio do IVA seria usado para pagar os títulos emitidos para financiar os custos iniciais da cidade, enquanto a outra metade seria usada para financiar serviços públicos. Estima-se que serão necessários 300.000 Bitcoins para completar a infraestrutura da cidade.

Ainda não há muitos detalhes sobre o que exatamente a "cidade Bitcoin" será, mas o líder espera atrair investimentos estrangeiros em Bitcoin para a cidade do país que cada vez mais se encontra envolvido com o este ativo.

No mês passado, El Salvador informou que seu fundo Bitcoin teve um superávit de US $ 4 milhões devido ao aumento dos preços da moeda. Mas o país parece não ter intenção de vender suas reservas tão cedo, pois ainda no mês passado, adicionaram mais 420 Bitcoins ao tesouro do país, elevando o total de Bitcoins de El Salvador para 1.120 BTC.