Em alta, as Organizações Autônomas Descentralizadas estão sendo vistas como a tecnologia que vai mover o mundo em um futuro próximo

Entenda como funcionam as DAOs

CapExplain Dec 9, 2022

O termo DAO quer dizer Organização Autônoma Descentralizada, isso significa que é uma estrutura organizacional que não tem uma liderança centralizadora. A operação das DAOs é baseada na rede blockchain e as interações acontece através de smart contracts de forma autônoma.

Por serem baseadas em contratos inteligentes, as DAOs usam tecnologia blockchain para automatizar os processos, garantindo, transparência, imutabilidade, rapidez e segurança.

Investir em uma DAO não requer muitos esforços dentro do contexto cripto, especialmente se você já possuir uma carteira ou wallet e já estiver habituado a comprar Ether ou Bitcoin. A única diferença seria na hora de comprar tokens de uma DAO específica, o que seria, basicamente, como comprar ações de uma empresa.

Alguns especialistas já consideram as organizações autônomas descentralizadas como as estruturas de negócios do futuro.  Por isso, reunimos todas as principais informações sobre as DAOs que representam uma tendência no universo das criptomoedas.

Nesse artigo você encontra:

1. Mas, afinal, o que significa realmente o termo DAO?
2. Veja quais são os tipos de DAOs
3. Principais características de uma DAO
4. Qual é a função de uma DAO?

Mas, afinal, o que significa realmente o termo DAO?

A sigla DAO abrevia a expressão decentralized autonomous organization, consideradas uma variação mais atual das comunidades on-line. Desde 2019 esse modelo vem ganhando “corpo” no mercado e já é um dos mais comentados no mercado de investidores de criptoativos.

As DAOs funcionam com contratos inteligentes, ou smart contracts, suportados pelas redes blockchain. Essas transações são feitas de forma autônoma pela internet, mas, ainda assim necessita de intervenção de profissionais para fazer algumas operações de automação.

O conceito de descentralização dessa comunidade vem da estrutura organizacional ser de propriedade coletiva, que desenvolve e governa o ambiente.

A rede Ethereum foi a primeira estrutura de cripto a permitir a construção de DAOs.

Veja quais são os tipos de DAOs

Cada DAOs tem uma estrutura de acordo com os objetivos dos desenvolvedores e do mercado a que destina. De maneira geral, podem ser divididas entre organizações autônomas descentralizadas de colecionadores, investimentos, filantropia, protocolos e concessões.

Por exemplo, uma DAO poderia ter sido criada para promover fundos para ajuda humanitária aos ucranianos na guerra contra a Rússia.

Na contramão, a Uniswap, considerada como uma das maiores exchanges de criptomoedas a atuar de forma descentralizada, também pode ser considerada uma DAOs.

As DAOs funcionam com contratos inteligentes, ou smart contracts, suportados pelas redes blockchain

Principais características de uma DAO

Para que você entenda melhor a DAO, vamos te apresentar as principais características desse tipo de organização.

Como falamos anteriormente, uma DAO é diferente de organizações tradicionais pois sua estrutura de controle não é hierárquica, mas pulverizada entre os usuários. O que quer dizer que a autoridade está dividida entre os participantes.

Esse gerenciamento descentralizado acontece através de tokens de governança, que permite que os participantes detentores deles votem em momentos de tomada de decisão.

Através desse mecanismo de governança, os softwares open source (ou de código aberto) no blockchain, são capazes de realizar diversas ações como bloqueio de fundos em uma carteira, ou na permissão de transações após votação dos integrantes da organização.

Nesse sistema há a necessidade de que os participantes invistam o próprio dinheiro para “comprar” os poderes de voto. Os membros atuam através de regras preestabelecidas pelos contratos inteligentes da blockchain.

O que é DeFi? O guia completo para finanças descentralizadas
Entenda o que é, como funciona, quais as perspectivas para o futuro e como você pode se beneficiar das inovações trazidas pelo ecossistema DeFi.

Qual é a função de uma DAO?

De forma geral, uma DAO busca organizar capital humano e financeiro com algum tipo de objetivo de investimentos em projetos e pessoas.

O sistema de DAO foi desenvolvido para minimizar (se não extinguir) a intervenção governamental.

Por ser um software, uma DAO pode ser “executada” em qualquer lugar sem a necessidade de uma aprovação ou fiscalização de um órgão centralizador.

Esse modelo tecnológico se consolidou tanto que praticamente todos os principais aplicativos DeFi tem governança feita por DAOs, sejam por grupos de desenvolvedores ou investidores, ou comunidades impulsionadas por alguma causa.

Além disso, as DAOs administram o valor do trabalho dos usuários para distribuí-los novamente entre a comunidade, o que está diretamente ligado ao modelo proposto pela Web 3.0, onde as pessoas geram conteúdos com o objetivo de monetização.

Você já conhecia esse modelo de organização  dentro do mercado cripto? Siga nossas redes sociais e fique por dentro de tudo o que rola no mercado financeiro e de criptomoedas.


O Conteúdo deste Blog está disponível para fins meramente informativos e educacionais. Os artigos postados não constituem e não devem ser encarados, em nenhuma hipótese, como qualquer aconselhamento ou recomendação de investimento, tampouco como garantia de resultados ou rentabilidades em investimentos de qualquer natureza.

Capitual: o banco digital multimoedas realmente inovador
Serviços bancários completos 100% digitais e operações diversas com criptomoedas. Tenha o controle total de suas finanças com o Capitual.

Tags

Joanna Medeiros

Jornalista, produtora de conteúdo digital, MBA em Marketing e Comunicação. Acompanhando o mercado financeiro mudar através dos "olhos" da Capitual.