A escassez global de semicondutores está sendo exacerbada pela crescente demanda de mineradores de criptomoedas. A demanda adicional de mineradores de criptografia está aumentando a pressão sobre uma indústria de chips que está lidando com múltiplas crises.

O halving do Bitcoin do ano passado não apenas resultou na redução das recompensas dos mineiros de Bitcoin pela metade, também aumentou a dificuldade de mineração, uma medida relativa que indica o quão difícil e demorado é descobrir novos blocos na rede Bitcoin.

Diante da recente alta do Bitcoin, as mineradoras estão procurando máquinas mais eficientes para se manterem competitivas. Isso, por sua vez, está ajudando a aumentar a demanda por chips de ponta.

Mineiradores de bitcoins não são os únicos que precisam de chips. Desde o início da pandemia COVID-19, os semicondutores estão em falta por causa de um aumento na demanda por computadores pessoais e outros dispositivos eletrônicos necessários para trabalhar ou estudar em casa. Outros setores afetados incluem a indústria automotiva, que está lutando para obter semicondutores suficientes para desenvolver seus produtos, bem como fabricantes de TV, smartphones e consoles de jogos.

Para piorar as coisas, a indústria de semicondutores foi atingida por interrupções na cadeia de suprimentos causadas por recentes tempestades de inverno no Texas e um incêndio em uma fábrica de chips automotivos no Japão. Algumas empresas chinesas, incluindo a Huawei, também decidiram armazenar chips de rádio essenciais em antecipação às sanções dos EUA.

Nesse cenário caótico, a mineração de criptomoedas está criando uma escassez adicional e aumentando o preço dos chips. O setor é amplamente dependente da Taiwan Semiconductor Manufacturing Company (TSMC) e da Samsung - os dois maiores fabricantes de chips do mundo e os principais fornecedores de gigantes da tecnologia como Apple e Intel.

Em uma tentativa de lidar com a escassez global de chips GPU, a gigante do hardware Nvidia anunciou que colocará limitações na taxa de hash nas novas GPUs para torná-las menos desejáveis ​​para os mineradores de criptografia. A AMD, principal rival da Nvidia, disse que embora não tenha planos de restringir as mineradoras, suas mais novas GPUs serão otimizadas tendo os jogadores em mente.

A escassez global de chips - e seu impacto na indústria de criptografia - parece destinada a continuar por algum tempo. E não resta dúvidas que um aumento nos custos de mineração, de uma maneira ou de outra, impactará no aumento dos custos da moeda.