Foi confirmado na semana passada que o Houston Firefighters Pension Fund se tornou oficialmente o primeiro fundo de pensão dos Estados Unidos a comprar, e manter diretamente, Bitcoin em seu portfólio.

Já haviam dois fundos de pensão públicos que haviam investido anteriormente em dois fundos Morgan Creek Digital, que possuem uma exposição de aproximadamente 15-20% investidos em Bitcoin, mas exposição e custódia da criptomoeda é a primeira vez.

Ainda que os fundos de pensão públicos já estivessem investindo em fundos de capital de risco com alguma exposição ao Bitcoin, simplesmente porque não havia uma estrutura clara para colocar com segurança os ativos digitais diretamente em seu portfólio. Era difícil decidir se o Bitcoin tratava-se de uma alocação em moeda, em commodities ou em um ativo digital.

Tudo isso está mudando agora com o amadurecimento do Bitcoin e das criptomoedas. A recente exposição dos fundos de pensão públicos, junto com instituições financeiras e corporações, se sentirem confortáveis ​​em manter os ativos diretamente são um grande indicador deste importante amadurecimento mercadológico.

O argumento por trás da razão da adoção do Bitcoin é simples. Bitcoin é um ativo assimétrico não correlacionado que permite a um fundo de pensão fazer uma pequena alocação, embora ainda tivesse um impacto desproporcional na carteira. Isso era verdade quando o Bitcoin estava em torno de $ 3.500 e é verdade quando o Bitcoin está sendo negociado em torno de $ 65.000 hoje.

Ainda temos um longo caminho a percorrer para educar as equipes de investimento em previdência pública, os membros do conselho de seus comitês de investimento e o público em geral, que é composto de pensionistas. Mas estamos fazendo um grande progresso em direção ao fim inevitável.