Gab, a polêmica rede social que garante a liberdade de expressão sofreu fortes golpes financeiros ao ser banida por dezenas de grandes processadores de pagamento, entre eles Visa, PayPal, Stripe, Square, entre outros grandes nome da industria. Contudo, no último mês a empresa foi capaz de ganhar mais de US $ 100.000 pela primeira vez. Tudo isso graças aos pagamentos em Bitcoin.

“Este mês, contra todas as probabilidades, Gab teve nosso primeiro mês de receita de seis dígitos em nossos quatro anos de história. Isso acontece sem uma única transação com cartão de crédito ou débito, o que torna tudo ainda mais impressionante ”, disse Andrew Torba, CEO da Gab.

A Gab se posiciona como uma “Rede Social de Liberdade de Expressão”, oposta a qualquer tipo de censura - semelhante às acusações lançadas em plataformas como Twitter e Facebook. A empresa ficou conhecida por ser a plataforma da "extrema direita", sendo este o principal motivo que levou os processadores de pagamento a bani-la.

Ao contrário das redes sociais concorrentes cujo modelo de negócio se mantem vendendo dados dos usuarios e hospedando anuncios, a Gab conta principalmente com o apoio de sua comunidade para se manter operacional. E os pagamentos de Bitcoin desempenham um papel importante nisso, graças à imutabilidade da criptografia e resistência à censura.