O Departamento do Tesouro dos EUA divulgou um relatório com plano de conformidade tributária do governo Biden, incluindo uma nova exigência para que as empresas relatem transferências de criptomoedas de US $ 10.000 ou mais para o IRS.

De acordo com o relatório, a administração Biden está preocupada com o fato de que a criptomoeda "já representa um problema significativo de detecção ao facilitar atividades ilegais em geral, incluindo a evasão fiscal".

O relatório do Tesouro reconheceu que o mercado de criptomoedas cresceu para mais de US $ 2 trilhões no ano passado e, portanto, precisava ser observado de perto - especialmente porque "as transações de criptomoeda provavelmente aumentarão de importância na próxima década".

O documento também afirmou que atualmente as criptomoedas são um meio das pessoas se esquivarem de pagar de impostos, porque o IRS é lento para acompanhar o avanço da tecnologia no setor.

O Bitcoin, a maior criptomoeda em valor de mercado, caiu 6,5% em uma hora após a notícia. Mas a notícia não deveria ser necessariamente interpretada como negativa para o mercado, pois simboliza uma percepção mais madura e caminha para a regularização do mercado.