O governo chinês está se preparando para lançar uma nova moeda digital para competir com o Bitcoin e, possivelmente, com o Libra do Facebook. No entanto, a nova moeda não é descentralizada, trazendo preocupações de privacidade sobre como o governo pode usar seus dados. Segundo fontes que trabalham em aproximação com o projeto, o yuan digital poderá ser transferido entre usuários sem a necessidade de se ter conta ou a disponibilidade de uma rede móvel ou de internet.

A nova moeda digital da China também não precisa de uma conta bancária, estando livre do controle do sistema bancário tradicional. Os usuários terão uma carteira digital em seu telefone móvel que poderá transferir a moeda para outra pessoa, colocando os dois celulares em contato físico, usando NFC (near-field communication).