Projetos de finanças descentralizadas (DeFi) podem exigir licenças para operar legalmente na Tailândia, diz a Securities and Exchange Commission (SEC) do país.

A notícia causou polêmica na comunidade cripto. Enquanto, alguns recebem bem a ideia de regulamentação de olho no crescimento do DeFi, enquanto outros afirmam que regulamentação e finanças descentralizadas são pólos opostos.

De todo modo, não está claro exatamente como a SEC iria regular o espaço DeFi da Tailândia.

Provavelmente, o máximo que um regulador poderia fazer seria auditar o código de projetos a fim de mitigar o risco de fraudes. O regulador também poderia combater a natureza anônima do DeFi garantindo que os usuários passassem pelos procedimentos KYC relevantes se e quando tentassem converter qualquer token DeFi em moeda fiduciária.

Em qualquer caso, esta ainda é uma área cinzenta, e há pouco consenso sobre como proceder para regular o DeFi. Sem autoridades centrais, fica dificil para os governos controlarem ou imporem quaisquer obrigações.