A empresa de Bill Gates anunciou recentemente uma parceria com a Ernest & Young para utilizar a tecnologia blockchain em pagamentos de royalties que envolvendo games do Xbox e criadores de conteúdo.

A empresa criará um sistema descentralizado para gerenciar e rastrear contratos de royalties de parceiros, criadores de conteúdo, músicos e artistas do ecossistema de jogos, agilizando o pagamento de direitos autoriais e tornando o processo mais transparente.

A novidade é uma das maiores implementações de um sistema de rastreamento financeiro baseado em blockchain, integrando também a tecnologia inteligência artificial e recursos do Microsoft Azure para digitalização de contratos. A rede também será capaz de gerar e integrar extratos e recibos, as famosas invoices, com maior velocidade.

O sistema é capaz de processar duas milhões de transações por diaa, e segundo Luke Fewel, gerente de operações financeira da Microsoft, foi um sucesso logo na primeira rodada de testes.

Não é a primeira vez que a Microsoft adota tecnologia blockchain em seus projetos e serviços. Em outubro, a empresa anunciou uma parceria para acelerar a integração do Brasil na economia digital. A empresa também trouxe o projeto “Mais Brasil”, uma parceria com a Microsoft para contribuir e promover o crescimento do país. Além de oferecer cursos e promover evento gratuito sobre a tecnologia blockchain no Brasil e no mundo.