A Organização Mundial de Saúde (OMS) oficializou a categorização do surto de coronavírus como uma pandemia global e trouxe pânico aos mercados.

A oficialização da pandemia eleva os risco à mobilidade e de aumento do número de zonas de restrições e quarentenas, piorando ainda mais as preocupações com a demanda e canais de produção. Com isso, os investidores redobraram as atenções sobre medidas imediatas das autoridades para conter os danos.