Com os parlamentares discursando sobre o enorme potencial de crescimento econômico da indústria de criptomoeda, o país parece estar disposto a introduzir leis tributárias voltadas para essa classe ainda nos últimos meses de 2019. Recentemente, um grupo de 50 parlamentares elaborou duas propostas de projeto em conjunto com grupos de negócios de blockchain, lobistas pró-blockchain e o Ministério de Assuntos Digitais do país. As propostas foram compartilhadas on-line e estarão abertas para consulta pública durante as próximas duas semanas.

O primeiro texto exige que indivíduos e empresas relatem transações de criptomoeda quando o valor exceder US $ 1.200, fornecendo informações sobre o vendedor e o comprador, incluindo dados pessoais, informações da empresa e endereços de carteira. O segundo texto classifica os tokens em duas categorias: "token-assets" e "crypto-assets", sendo a segunda categoria sujeita a tributação. É nela que estão incluidos tokens que não "implicam" direitos de propriedade, Bitcoin e a maioria das principais altcoins. Os projetos de lei também forçariam a adoção de medidas anti-lavagem de dinheiro e financiamento ao terrorismo.