O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, disse ao Congresso que "não tem intenção de proibir" criptomoedas como a China fez.

"Nenhuma intenção de bani-los", disse Powell. Contudo, stablecoins por serem "como fundos do mercado monetário" ou "depósitos bancários" deverão ser reguladas no mesma ambito regulatório.

Segundo o presidente do Fed, as regulamentações garantirão que os consumidores consigam sacar seu dinheiro no caso de uma crise.

Powell tem trabalhado com a secretária do Tesouro, Janet Yellen, em um projeto de regulamentação da stablecoin, que deve ocorrer nas próximas semanas. Não se espera que toque em outras criptomoedas, incluindo Bitcoin e Ethereum, que são ativos mais voláteis.

A notícia é muito positiva e vai em direção oposta a política adotada pela China, onde o Banco do Povo da China, recentemente, intensificou seus esforços para restringir o uso de criptomoedas, enquanto estimula a adoção de sua própria moeda digital de banco central, o yuan digital.