Ontem, o preço do Bitcoin disparou de cerca de US $ 38.000 para mais de US $ 40.000. O motivo foi um tweet de Elon Musk, informando sobre uma reunião com mineradores de bitcoin norte-americanos.

A reunião foi organizada por Michael Saylor, CEO da MicroStrategy, que foi uma das primeiras empresas listadas em bolsa a adicionar bitcoin ao balanço patrimonial.

Da reunião formou-se o Conselho de Mineração de Bitcoin para promover a transparência no uso de energia e acelerar iniciativas de sustentabilidade em todo o mundo.

A Tesla colocou US $ 1,5 bilhão em Bitcoin em seu balanço em fevereiro e disse que começaria a aceitar o BTC como pagamento por seus carros. No entanto, início deste mês, Musk anunciou que a empresa não aceitaria mais o Bitcoin devido a preocupações ambientais.

O novo "Conselho de Mineração de Bitcoin" de Saylor foi recebido positivamente pelo mercado. E ressalta ainda o quão nascente é o setor de criptomoedas. Não há dúvidas que quando amadurecer, daqui há alguns anos, os preço serão outro.