O Bitcoin, o maior criptoativo do mundo, vem sendo bloqueado em quantidades recordes na Ethereum, em um ritmo mais acentuado do que a mineração a mineração.

Em resumo, a quantidade recorde de bitcoin tokenizados na Ethereum poderia aumentar ainda mais a natureza deflacionária do ativo, que já é visto como um tipo de hedge frente à moedas fiduciárias emitidas por bancos centrais.

O preço do bitcoin, no entanto, não vem oscilando de acordo com seu rápido crescimento dentro do mundo das finanças descentralizadas (DeFi), onde a quantidade total bloqueada está muito perto dos US$7 bilhões. Estes bitcoins "bloqueados" na Ethereum são mantidos por custodiantes, que detém o ativo e controlam a emissão de novos tokens.

Aproximadamente 45.807 bitcoin foram bloqueados no Ethereum com WBTC contabilizando 30.800 BTC, seguido por 8.314 por renBTC. Outros tokens que contribuem para isso são sBTC, HBTC, imBTC e pBTC. Grande parte do crescimento foi registrado na semana passada.

Perspectiva

A tendência é apenas crescente, não dando uma pausa. Enquanto a produção diaria de Bitcoin foi reduzida em 50%, para 900 BTC por dia, com o último halvening o bitcoin bloqueado na Ethereum está constante aumento, acentuando drásticamente o poder deflacionário do criptoativo.